Eduardo Liebert/Estadão
Eduardo Liebert/Estadão

José Maria Marin não fala sobre Felipão e deixa anúncio do técnico para quinta

Para anúncio oficial, CBF irá realizar coletiva no Rio de Janeiro

AE, Agência Estado

28 de novembro de 2012 | 18h13

SÃO PAULO - O presidente da CBF, José Maria Marin, participou na tarde desta quarta-feira de uma entrevista coletiva em São Paulo, junto com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, para falar dos preparativos para a Copa das Confederações de 2013 e a Copa do Mundo de 2014. Perguntado sobre a contratação de Luiz Felipe Scolari para a seleção brasileira, ele não quis falar sobre o assunto e avisou que o anúncio do novo técnico será feito apenas nesta quinta.

A contratação de Felipão já está acertada por Marin. Pentacampeão mundial na Copa de 2002, o treinador foi escolhido para substituir Mano Menezes, demitido na última sexta-feira, e comandar o Brasil em busca do hexa em 2014. A seleção brasileira também passará a ter um coordenador, cargo que deve ser ocupado por Carlos Alberto Parreira.

Para fazer o anúncio do novo técnico da seleção, a CBF marcou uma entrevista coletiva nesta quinta-feira, às 10h30, no Rio. Por isso, Marin se calou quando foi perguntado sobre o tema nesta quarta. Ele ressaltou que estava no evento em São Paulo como presidente do Comitê Organizador Local da Copa (COL) e que não falaria sobre assuntos da CBF.

Quando demitiu Mano, Marin disse estar procurando um treinador com "perfil vencedor" e com experiência para comandar a seleção. A opção, então, foi por Felipão, que já teve enorme sucesso no cargo e possui grande aceitação na torcida brasileira. Mas, como o presidente da CBF ainda não quis confirmar, o anúncio oficial será apenas nesta quinta-feira.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolseleção brasileiraMarin

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.