Christian Hartmann/Reuters
Christian Hartmann/Reuters

José Mourinho critica violência do PSG e diz esperar jogo limpo

Chelsea enfrenta rival francês em partida da Liga dos Campeões

Estadão Conteúdo

10 Março 2015 | 19h05

O técnico José Mourinho saiu satisfeito do empate por 1 a 1 com o Paris Saint-Germain na primeira partida das oitavas de final da Liga dos Campeões, realizada em Paris, mas a postura do rival irritou o português. Nesta terça, um dia antes do jogo de volta em Londres, ele mostrou revolta com a violência dos adversários e pediu um jogo mais limpo no Stamford Bridge.

"Com jogadores de tanta qualidade, eu estava esperando mais futebol e menos agressões", declarou. "Eu pensei que um time inglês nunca se surpreenderia com agressões. Mas naquele jogo eu fiquei surpreso, porque um time com jogadores fantásticos foi o time recordista em faltas, o time que cometeu falta atrás de falta, o time que parou o Hazard com faltas o tempo todo."

A suposta "caça" a Hazard, aliás, foi o que mais irritou Mourinho. "Mesmo um jogador como o Zlatan (Ibrahimovic), que é um atacante típico, estava voltando e parando o Hazard no contra-ataque. Durante a temporada, jogamos contra times da segunda e da terceira divisão inglesa nas copas, mas o mais agressivo foi o PSG", disparou.

Mas Mourinho não quer saber de qualquer retaliação e só pensa na classificação diante dos franceses. "O jogo amanhã é o mais importante porque se perdemos, estaremos fora. É diferente do Campeonato Inglês, no qual temos 38 partidas para jogar. Nós sabemos e eles sabem que um time muito bom ficará fora da Liga dos Campeões."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.