JuanJo Martin/EFE
JuanJo Martin/EFE

José Mourinho diz que não responde mais sobre Higuaín

Técnico havia responsabilizado os médicos do Real Madrid pela ampliação do prazo de recuperação do argentino

AE, Agência Estado

12 de janeiro de 2011 | 11h49

José Mourinho não aguenta mais ouvir perguntas sobre Higuaín. Desde que responsabilizou os médicos do Real Madrid pela ampliação do prazo de recuperação do atacante argentino, o tema virou objeto frequente nas entrevistas coletivas do clube. Mas, fiel a seu estilo polêmico, o técnico perdeu a paciência nesta quarta-feira e avisou que não responderá mais sobre o assunto. "Não vou perder um minuto mais para falar disso."

Veja também:

linkHiguaín está fora do Real Madrid por quatro meses após cirurgia

Higuaín não joga desde o dia 20 de novembro devido a uma hérnia de disco. Inicialmente, os médicos do clube optaram por um tratamento conservador, que não surtiu resultado. Somente em janeiro foi tomada a decisão de submeter o jogador a uma cirurgia, realizada nesta terça, nos Estados Unidos. Mourinho reclamou duramente do erro dos médicos, a quem chamou de "gênios". O atacante só deve voltar aos gramados em quatro meses.

O técnico pediu à diretoria a contratação de um centroavante para substitui-lo, mas não foi atendido. Ele só conta com Benzema para atuar como referência na área. "O Arsenal tem cinco centroavantes, por exemplo. O Milan tem Cassano, Pato, Ibra (Ibrahimovic), Inzahi. Todos têm mitos. Nós só temos Karim (Benzema). Resta-nos seguir com essa dificuldade com atacantes", reclamou.

Mesmo contando com apenas um centroavante de ofício no elenco, o Real Madrid tem o segundo melhor ataque do Campeonato Espanhol, com 46 gols em 18 jogos, média de 2,5 por partida. Só fica atrás do Barcelona, que marcou 57 gols (3,1 de média).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.