Ronny Hartmann/AFP
Ronny Hartmann/AFP

José Mourinho é flagrado treinando e leva bronca do Tottenham por deixar a quarentena

Técnico português apareceu no Hadley Common se exercitando, embora clube inglês tenha mandado ele permanecer em casa

Redação, AFP

08 de abril de 2020 | 08h02

O Tottenham Hotspur lembrou a sua equipe a responsabilidade durante o confinamento no Reino Unido devido à pandemia do novo coronavírus, após a publicação de fotos e vídeos de seu técnico José Mourinho e alguns jogadores que não cumpriram as medidas de distanciamento social recomendadas pelo governo britânico.

O treinador português foi fotografado treinando com Tanguy Ndombele no Hadley Common, enquanto outros dois jogadores, o colombiano Davinson Sánchez e o francês Ryan Sessegnon foram vistos se exercitando juntos em um parque público no norte de Londres. O zagueiro marfinense Serge Aurier, por sua vez, postou um vídeo no Instagram correndo ao lado de outra pessoa. 

A Premier League foi suspensa desde meados de março devido à pandemia do novo coronavírus, que causou 786 mortes nas últimas 24 horas, num total de 6.159 óbitos desde o início da pandemia, forçando o governo britânico a adotar medidas restritivas que embora não impeçam os cidadãos de se exercitarem uma vez por dia, é recomendável que duas pessoas estejam a pelo menos dois metros de distância, mesmo que pertençam à mesma família.

"Todos os nossos jogadores foram lembrados de que medidas de distanciamento social devem ser respeitadas quando se exercita fora de casa", disse um porta-voz do Spurs. "Continuaremos insistindo nessa mensagem", acrescentou.

O Tottenham já está enfrentando fortes críticas por recorrer ao plano do governo de pagar com fundos públicos até 80% do salário de seus funcionários que estão obrigados a não trabalhar por causa da pandemia, quando o presidente do Spurs, Daniel Levy, arrecadou sete milhões de libras (8,7 milhões de dólares) na última temporada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.