Kirsty Wigglesworth/AP
Kirsty Wigglesworth/AP

José Mourinho reclama da data do clássico do Chelsea contra o Arsenal

Técnico lamenta que jogo será realizado apenas dois dias depois da partida contra o Manchester City

AE, Agência Estado

28 de outubro de 2013 | 18h21

LONDRES - O Chelsea entrou em campo no domingo, quando venceu o Manchester City pelo Campeonato Inglês, e já volta a jogar nesta terça-feira, dia do clássico contra o Arsenal pelas oitavas de final da Copa da Liga Inglesa. Diante desse calendário intenso da sua equipe, o técnico português José Mourinho reclamou e, sem sucesso, chegou a pedir mudança de datas. Como o clássico com o Arsenal não foi adiado para quarta-feira como ele queria, por causa da transmissão da tevê, Mourinho chegou a admitir a possibilidade de escalar os juniores do Chelsea nesta terça. Mas mudou de ideia. De qualquer maneira, ele avisou que não deve utilizar no clássico nenhum jogador que enfrentou o Manchester City no domingo.

"Discutimos isso no clube, mas temos que respeitar nossos torcedores", disse Mourinho, ao explicar que desistiu de escalar os juniores. "Também temos que proteger nossos jogadores. Não podemos colocar nossos jogadores para disputar dois jogos em três dias", completou o treinador, lembrando que o Arsenal jogou no sábado pelo Campeonato Inglês. Além de Arsenal x Chelsea, outros quatro jogos das oitavas de final da Copa da Liga Inglesa acontecem nesta terça-feira: Birmingham x Stoke City, Burnley x West Ham, Leicester x Fulham e Manchester United x Norwich.

Tudo o que sabemos sobre:
futinterfutebolChelseaMourinho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.