Mladen Antonovo/AFP
Mladen Antonovo/AFP

José Pékerman celebra 'equilíbrio' em grupo da Colômbia na Copa

Treinador argentino se mostra contente por poder enfrentar Polônia, Senegal e Japão nos três primeiros jogos

Estadão Conteúdo

01 Dezembro 2017 | 16h58

O técnico José Pékerman saiu satisfeito do sorteio dos grupos da Copa do Mundo da Rússia, no ano que vem. Nesta sexta-feira, sua seleção, a Colômbia, caiu na mesma chave de Polônia, Senegal e Japão, adversários que não são potências e que mantêm um equilíbrio entre eles.

+ Técnico russo diz precisar de informações sobre rivais

+ Costa Rica manda alerta ao Brasil: 'Lembrem-se da Itália'

+ Em cadeira de rodas, Pelé é ovacionado em sorteio

"As expectativas sempre são muito grandes. Foi um sorteio com características distintas pelo temor pelas grandes seleções. Por isso, foi bom ter um equilíbrio entre os nomes. É um grupo parelho, o que nos agradou", considerou o treinador argentino.

A Colômbia estreará no Grupo H diante do Japão, dia 19 de junho, em Saransk. Depois, encara a Polônia dia 24, em Kazan. Por fim, o adversário será Senegal no dia 28, em Samara. Pékerman vai para o seu terceiro Mundial, após comandar o time colombiano em 2014 e a Argentina em 2006, e disse o que espera de sua seleção na Rússia.

"Sei o que é um Mundial e o que é competir. Não se pode deixar nada no ar. Cada equipe em um Mundial tem suas dificuldades. É preciso pensar com respeito, porque conhecemos os jogadores e suas qualidades", comentou o treinador.

A análise de equilíbrio de Pékerman foi compartilhada até pelos rivais, como o atacante Diafra Sakho, um dos destaques da seleção senegalesa. "Esta é a melhor situação que poderíamos ter. Todos os times são iguais. Vamos começar a estudá-los e lidar com as partidas uma a uma. Mas eles também vão ter que nos estudar", projetou o jogador do West Ham.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.