Joseph Blatter põe ISL sob suspeita

O presidente da Federação Internacional de Futebol (FIFA), Joseph Blatter, disse hoje em Zurique ?ser possível? que cerca de US$ 45 milhões que teriam sido pagos pela Rede Globo à empresa ISMM-ISL pelo direitos de transmissão das Copa do Mundo de 2002 e 2006 tenham ido parar em uma conta secreta. ?A única coisa que sei é que os US$ 45 milhões foram colocados em uma conta que não corresponde a dos direitos de TV. Se se trata de uma conta secreta, precisamos averiguar?, afirmou o dirigente, em entrevista coletiva hoje em Zurique. A ISMM-ISL - multinacional de marketing esportivo e principal parceira da Fifa - era a responsável pela comercialização dos direitos de transmissão do Mundial para o mercado não-europeu.A entrevista de Blatter acontece um dia depois de o presidente da União de Futebol da Europa (UEFA), Lennart Johansson, exigir explicações sobre a falência da empresa, até então considerada sólida e de boa saúde financeira. A decretação da falência do grupo provocou, entre outras coisas, o cancelamento do II Mundial de Clubes, que seria disputado no meio do ano na Espanha. Blatter disse estar otimista quanto ao futuro das transmissões do campeonato mundial pela TV. Ele diz que há interesse do grupo alemão Kirch em comprar os direitos de transmissão. O marketing da Copa seria feito pela própria Fifa, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.