Arquivo/AE
Arquivo/AE

Josiel e Jônatas são dispensados pelo Flamengo

Goleada de 5 a 0 para o Coritiba faz diretoria agir; Cuca é mantido no cargo para o próximo confronto

AE, Agencia Estado

15 de junho de 2009 | 20h09

A goleada por 5 a 0 sofrida para o Coritiba, neste domingo, no Couto Pereira, já teve consequências para o elenco do Flamengo. Nesta segunda-feira, a diretoria do time carioca anunciou as dispensas de dois jogadores que brigavam por uma vaga na equipe titular. O atacante Josiel e o volante Jônatas não estão mais nos planos do time, e seguirão treinando em separado. A situação também se repete para o meia Alex Cruz, que não vinha agradando no clube.    

 

Veja também:

especialVisite o canal especial do Brasileirão

especialJogue o Desafio dos Craques

lista Brasileirão - Calendário

tabela Brasileirão - Classificação

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A surpresa maior é pela dispensa de Josiel, que inclusive atuou como titular em Curitiba. O jogador tinha contrato de empréstimo até o fim de julho com o Flamengo, mas não será mais aproveitado pelo técnico Cuca. Após o fim do vínculo, ele deve retornar para o Al-Wahda, dos Emirados Árabes. Apesar de muito contestado desde a sua chegada, o atacante é o artilheiro do time nesta temporada, com 13 gols marcados.

Já a dispensa de Jônatas era esperada. Além do alto salário recebido pelo volante, o jogador está no clube desde o início de 2008 e nunca conseguiu se firmar como peça importante no elenco. Desde a chegada de Cuca, as coisas ainda pioraram para o jogador, que não contava com a simpatia do treinador. Jônatas tem contrato de empréstimo com o Flamengo até o fim do mês, e deve retornar ao Espanyol, de Barcelona.

Por fim, Alex Cruz estava vivendo um período de testes na Gávea. O meia veio do Ivinhema, do Mato Grosso do Sul, e assinou com o clube carioca por três meses. O contrato do jogador termina já nesta sexta-feira. Até lá, ele também continua treinando em separado do grupo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.