Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Jovem aposta do Palmeiras sofre com lesões antes de conseguir estrear

Atacante Luan Silva, de 20 anos, está no clube desde março, mas ainda está longe de poder entrar em campo

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

16 de agosto de 2019 | 04h30

Uma sequência de lesões e infelicidades têm atrapalhado o início do atacante Luan Silva no Palmeiras. O jogador de 20 anos chegou ao clube em março, emprestado pelo Vitória até maio do próximo ano, mas tem enfrentado vários problemas. O atleta precisou passar por uma nova cirurgia nesta semana e ainda não tem data para ser até mesmo apresentado e poder estrear. 

Luan Silva foi um grande destaque nas categorias de base do Vitória nos últimos anos. No ano passado, o atacante acabou promovido ao time profissional e conquistou a torcida ao marcar um gol no clássico com o Bahia. Atrapalhado por uma série de lesões, ele não conseguiu ter sequência, mas chamou a atenção do Palmeiras principalmente por fazer um gol no encontro entre as duas equipes pela última rodada do Brasileiro de 2018.

Nos meses seguintes, as duas diretorias iniciaram conversas para resolver uma antiga pendência. No começo de 2018, o lateral-direito Lucas foi cedido por empréstimo ao time rubro-negro, mas não houve o pagamento de R$ 160 mil que haviam sido combinados. Para liquidar a dívida, o Palmeiras acertou a vinda de Luan e fechou também um acordo para intercâmbio de informações sobre atletas e recursos tecnológicos.

Luan veio a São Paulo em março para iniciar a recuperação de uma cirurgia no joelho esquerdo. A previsão era para o jogador voltar a atuar em setembro. Nas últimas semanas, o atacante finalmente começou a trabalhar com bola junto com elenco e iniciou o processo de integração ao clube. Mas novamente o joelho voltou a incomodar e ele teve de ser novamente submetido a uma cirurgia.

O problema inesperado deve dificultar a estreia dele pela equipe ainda nesta temporada. Luan Silva tem contrato de empréstimo fixado até maio de 2020, com valor de compra fixado em R$ 15 milhões por 50% dos direitos econômicos. "Amigos, família, companheiros em geral do palmeiras sabem o quanto estava feliz em poder estar voltando e treinar com o grupo normal, e sim, foi um dos melhores dias da minha vida, porém no outro dia tudo desmorona em instantes, fiquei me perguntando o porquê de mais uma vez estar acontecendo isso comigo", escreveu o jogador no Instagram nesta semana.  

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Sei que vou pegar muita gente de surpresa, porém necessitava dar uma satisfação a vocês, após 6 meses de muito trabalho, ansiedade e vontade para voltar aos treinos normais, ocorreu uma fatalidade aonde lesionei novamente o meu joelho e necessitei fazer uma nova cirurgia. Amigos, família, companheiros em geral do palmeiras sabem o quanto estava feliz em poder estar voltando e treinar com o grupo normal, e sim, foi um dos melhores dias da minha vida, porém no outro dia tudo desmorona em instantes, fiquei me perguntando o porquê de mais uma vez estar acontecendo isso comigo, logo eu, uma pessoa q ajuda a família, é focado 100% no futebol, sou gentil com todos q estão comigo, seja pessoalmente ou mandando mensagens positivas, mas já aceitei que tudo tem um propósito na vida, vou continuar batalhando, acreditando e n vou parar nunca, pôs os planos de Deus são maiores q os meus. O sol há de brilhar, e se Jesus quiser as glórias serão gigantescas. Um grande abraço e estamos juntos para superar mais uma, conto com vocês.

Uma publicação compartilhada por Luan Silva (@luansilva_34) em

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.