Jovem boliviano é baleado por ser bom de bola

Richard Silvestre, de 23 anos, dá dois tiros nas pernas de Richard Castro e está foragido

EFE

08 de abril de 2008 | 18h26

O boliviano Richard Castro, de 22 anos, levou dois tiros após uma partida de futebol no último sábado porque um dos adversários teria se incomodado com o seu talento.Castro "se comportou como um 'craque', controlou bem a bola e marcou muitos gols após fazer várias jogadas de efeito", disse nesta terça-feira à Agência Efe o coronel Fausto Téllez, chefe de homicídios da Força Especial de Luta Contra o Crime (FELCC) da cidade boliviana de El Alto, ao comentar o incidente ocorrido o fim de semana passado. Segundo Téllez, houve uma briga após a partida e até o árbitro foi agredido. Quando os ânimos se acalmaram, os jogadores foram a um bar, onde Richard Silvestre, de 23 anos, teria atirado contra as pernas de Castro e fugido em seu veículo, segundo as autoridades.A Polícia encontrou o veículo abandonado, mas o suspeito permanece foragido. Após uma perseguição, a Polícia encontrou o veículo abandonado, mas não ao agressor, quem permanece foragido.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBolívia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.