Jovem meia santista se espelha na ascensão de Neymar

Aos 17 anos, o meia Felipe Anderson é mais uma das jovens promessas do Santos. A equipe, que nos últimos anos revelou grandes jogadores, tem nele muita esperança para o futuro. Tanto é, que, mesmo com a pouca idade, o jogador já desponta entre os profissionais e vê em Neymar uma inspiração para a sua carreira.

AE, Agência Estado

17 de fevereiro de 2011 | 13h45

"É claro que eu me espelho na trajetória do Neymar. Quando cheguei no Santos em 2007, a gente jogava junto no infantil (do clube). Depois, ele acabou subindo, porque é um fenômeno, além de ser um ano mais velho do que eu. Além de tudo que ele já mostrou no Santos, hoje ele é titular da seleção brasileira. Isso é uma coisa que também quero para mim mais para frente", declarou o jogador.

Na última sexta-feira, Felipe Anderson marcou seu primeiro gol atuando pelos profissionais. Após entrar em algumas partidas no Campeonato Brasileiro do ano passado, o jogador tem se tornado opção constante do técnico Adílson Batista, entrando no segundo tempo dos jogos do Santos no Campeonato Paulista.

"O professor (Adilson Batista) já vinha me dando algumas chances, mas acho que esse gol vai me ajudar ainda mais a buscar o meu espaço. Tinha o sonho de marcar um gol como profissional ainda com 17 anos e acabei conseguindo. Mas isso foi fruto de muito treinamento e Deus me iluminou", afirmou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.