Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Divulgação
Pedro Ernesto Guerra Azevedo/Divulgação

Jovem Zé Carlos tenta aproveitar chance na lateral esquerda do Santos

Garoto será titular com a ida de Mena para a seleção chilena e a lesão de Emerson

Sanches Filho, O Estado de S. Paulo

27 de maio de 2014 | 18h33

SANTOS - Com a ida de Mena para a seleção chilena e a contusão de Emerson Palmieri, o garoto Zé Carlos ganhou a chance de ser titular da lateral esquerda do Santos. Já foi assim nas duas últimas rodadas do Brasileirão - empates com Goiás e Flamengo -, e será novamente nesta quinta-feira, quando acontece o jogo contra o Bahia, em Feira de Santana (BA).

Mesmo sendo destro, Zé Carlos prefere jogar pela esquerda. E promete aproveitar essa oportunidade que está recebendo agora de atuar com a camisa santista. "Venho trabalhando forte, trabalhando a canhota", contou o garoto, que acaba de completar 20 anos - fez aniversário no dia 16 de maio.

Ele admitiu que também pode jogar como lateral-direito, se o técnico Oswaldo de Oliveira quiser, mas prefere mesmo o outro lado. "Jogo pela direita também. Na base, joguei pela direita. Todo mundo pergunta o que é mais fácil. Para mim, a canhota é mais fácil, porque corto para o meio", afirmou Zé Carlos.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.