Julgamento do S. Caetano deve durar 4h

Deve começar em instantes no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), no Rio de Janeiro, o julgamento do São Caetano. O clube paulista é acusado de negligência no episódio que culiminou com a morte do zagueiro Serginho, no dia 27 de outubro, e corre sério risco de perder 24 pontos. O julgamento na 1ª Comissão Disciplinar do tribunal estava marcado para começar às 17 horas, mas sofre um pequeno atraso. A previsão dos auditores é de que a sessão tenha pelo menos 4 horas de duração.O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD),Luiz Zveiter, afirma que o clube errou ao ignorar as recomendações dos laudos do Instituto do Coração para que o atleta parasse de jogar.?Serginho jogava irregularmente porque os exames do coração feitos no dia 11 de fevereiro acusaram a doença?, disse Zveiter, que denunciou oclube no art. nº 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD),que determina a perda o dobro do número de pontos previstos noregulamento da competição para o caso de vitória, além de multa entreR$ 5 mil e R$ 50 mil. E no art. nº 233 - com pena de pagamento de multade R$ 5 mil a R$ 50 mil. ?Até se ele estivesse vivo, o time teria culpaporque Serginho tinha uma doença que o impedia de exercer aprofissão?, acrescenta Zveiter.Se for condenado a perder os 24 pontos, o São Caetano cai da quarta para a 15ª colocação na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro. Desta forma, fica de fora da briga por uma vaga na Libertadores do ano que vem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.