Alex Silva/Estadão - 4/11/2012
Alex Silva/Estadão - 4/11/2012

Julgamento pode tirar todos os mandos de campo do Palmeiras na Série B

Clube será julgado na sexta-feira pela confusão no jogo contra o Botafogo realizado em Araraquara

DANIEL BATISTA, Agência Estado

19 de novembro de 2012 | 19h37

SÃO PAULO A semana pode chegar ao fim para o Palmeiras pior ainda do que começou. Isso porque o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) marcou para sexta-feira um julgamento que pode tirar do clube todos os mandos de campo na Série B do Campeonato Brasileiro em 2013.

Vai ser julgado o episódio ocorrido no dia 4 de novembro, quando o Palmeiras recebeu o Botafogo na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara. Na súmula do jogo, o árbitro Elmo Alves Resende Cunha relatou a agressão de torcedores alviverdes a quatro policias militares, que inclusive sofreram ferimentos.

Imagens registradas por câmeras de televisão mostram os torcedores cercando os policiais na grade entre a arquibancada e o campo de jogo. O árbitro também anotou na súmula que uma bomba foi jogada pela torcida em direção aos militares.

Assim, o Palmeiras será enquadrado duas vezes no artigo 213 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) por ''deixar de tomar providências capazes de prevenir ou reprimir desordens em sua praça de desportos'', correndo o risco de receber duas vezes a punição máxima de 10 jogos.

Durante o Brasileirão deste ano, o Palmeiras foi obrigado a jogar quatro vezes distante 100km da cidade de São Paulo, por conta da atitude da torcida que arremessou cadeiras no gramado do Pacaembu no clássico contra o Corinthians. Por isso, enfrentou Coritiba, Cruzeiro e Botafogo em Araraquara e o Fluminense em Presidente Prudente.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoPalmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.