Julinho Camargo diz que derrota do Grêmio foi injusta

Preocupado com a situação do Grêmio no Brasileirão, Julinho Camargo lamentou a derrota para o Flamengo, na noite de sábado. Para o treinador, o time gaúcho esteve melhor em campo e merecia um resultado favorável.

AE, Agência Estado

31 de julho de 2011 | 13h57

"A leitura que eu faço é que o resultado não condiz com o que foi realmente o jogo. Nosso jogo não foi para derrota", lamentou, insatisfeito com o segundo tropeço seguido do time neste campeonato. Na rodada anterior, o Grêmio empatou com o América-MG, fora de casa,

"O que mais me deixou chateado foi ter jogado bem com o América-MG, mas não ter feito os três pontos. Caso tivéssemos vencido, poderíamos ter vindo aqui e especulado um bom jogo contra o Flamengo. Aí jogamos bem, mas os três pontos não vieram", comentou.

Na avaliação do treinador, o Grêmio está falhando na finalização das jogadas. "Minha preocupação é o momento final da jogada. Eu poderia te dizer que a minha equipe não é uma equipe que pisa bem no meio-campo. Mas hoje a gente fez isso e ainda teve domínio da partida, posse de bola e isso tudo contra um meio-campo muito técnico do adversário", ponderou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.