Júlio Baptista decidirá futuro no Real ao fim da temporada

Atleta diz que pretende permanecer no clube mesmo com as poucas oportunidades dada pelo técnico Schuster

Efe,

02 de outubro de 2007 | 11h22

O meia brasileiro Júlio Baptista, do Real Madrid, disse que tentará continuar toda a temporada no clube e que só decidirá seu futuro "no próximo ano", apesar das poucas oportunidades dadas até agora pelo técnico alemão Bernd Schuster. "Não defini nada. Quero tentar continuar aqui, e devo decidir o que farei somente no próximo ano", disse o meia, que recentemente conquistou a Copa América com a seleção brasileira. O jogador, que na última temporada foi emprestado ao Arsenal, afirmou à revista Don Balón que, caso deixe o Real Madrid, não será por empréstimo. "Não quero mais ser cedido, tenho isso claro, e o clube já sabe qual é minha opinião sobre o assunto", insistiu. No entanto, admitiu que, para poder pegar ritmo, precisa "jogar mais" para mostrar o que sabe. O ex-são-paulino reconheceu que preferiu ficar esta temporada no Real Madrid porque, "após voltar da Copa América, tinha poucos dias para tomar uma decisão". "Para mim, sair naquele momento não seria bom, pois teria que me adaptar a uma nova equipe e a uma nova cidade", afirmou. Segundo ele, os novos reforços do Real Madrid, como os meias Sneijder e Robben, não representam ameaças. "Precisávamos de jogadores para a meia-esquerda", disse. "O Campeonato é muito longo e é preciso esperar o melhor momento. Contra o Bétis, tive a oportunidade e marquei", disse o meia, lembrando o gol de bicicleta marcado na vitória do Real por 2 a 0, na quinta-feira. Baptista comentou que, após voltar da Inglaterra, encontrou o ambiente do clube muito mudado. "É novo e diferente, não tem nada a ver com o ambiente de quando cheguei. Nota-se um pouco mais de tranqüilidade", disse.

Tudo o que sabemos sobre:
Real MadridJulio Baptista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.