Júlio Baptista vê Cruzeiro renovar seu contrato após exaltar os próprios números

O meia Julio Baptista usou as redes sociais na última semana para justificar que ainda poderia ser útil ao Cruzeiro. Em uma postagem com inúmeras estatísticas, o jogador tentou provar que sua presença ainda é importante para o elenco.

Estadão Conteúdo

23 de julho de 2015 | 15h37

Ele estava visivelmente preocupado com seu futuro no futebol. Seu contrato encerraria em 31 de julho e o meio-campista não sabia se voltaria a vestir a camisa celeste, pois ainda se recupera de uma cirurgia no joelho direito com previsão de retorno aos gramados apenas em agosto - na última terça, fez o primeiro trabalho com bola após a operação.

"Sou um profissional consciente e não existe para mim reclamação por reclamação. Existe trabalho e dedicação, amor pelo que se faz. E quando há embasamento estatístico fica difícil contestar qualquer afirmação", afirmou.

Na sequência, escreveu que esteve à disposição da equipe em 65% dos jogos, mas não foi utilizado por opção da comissão técnica em 21 deles. Segundo seus números, quando começou como titular, o Cruzeiro teve aproveitamento de 73,3% dos pontos.

O Cruzeiro parece ter lido e compreendido sua mensagem e optou por renovar o vínculo do atleta até o final do ano. Contratado em 2013, o meia disputou 60 partidas pelo Cruzeiro e anotou 17 gols. Junto com os números positivos, Júlio Baptista contribuiu para duas conquistas do Campeonato Brasileiro, em 2013 e 2014, e uma do Campeonato Mineiro, também em 2014.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroJúlio Baptista

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.