Lucas Uebel/Grêmio FBPA
Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Júlio César é oficializado e assina com o Grêmio por duas temporadas

Em um primeiro momento, goleiro de 32 anos será reserva de Paulo Victor

Redação, Estadão Conteúdo

03 Janeiro 2019 | 18h15

O goleiro Júlio César foi oficializado como reforço do Grêmio e assinou contrato de dois anos com o clube gaúcho. O anúncio foi feito nesta quinta-feira, antes que o jogador participasse do primeiro treino da equipe em 2019, na reapresentação do elenco para a temporada, ocorrida no CT Luiz Carvalho.

Em um primeiro momento, Júlio César, de 32 anos, será reserva de Paulo Victor, que vai herdar a vaga na equipe titular, que era de Marcelo Grohe, vendido para o Al Ittihad, da Arábia Saudita, por US$ 3 milhões (aproximadamente R$ 11 milhões). Brenno e Phelipe Megiolaro, jovens formados na base do Grêmio, são as outras opções do técnico Renato Gaúcho para a meta do clube gaúcho.

Formado no Corinthians Paranaense e também tendo defendido Botafogo e Paraná, Júlio César passou também por times de Portugal e da Espanha - Belenenses, Benfica, Granada e Getafe - antes de voltar ao Brasil. Com 32 anos, o goleiro estava no Fluminense desde 2014, e na temporada passada, quando assumiu a titularidade após a saída de Diego Cavalieri, foi um dos destaques na campanha da equipe no Campeonato Brasileiro.

Júlio César defendeu um pênalti cobrado por Luan, do América-MG, sendo decisivo para garantir a vitória do time na última rodada, resultado fundamental para a equipe carioca evitar o rebaixamento no torneio nacional.

Antes de Júlio César, o Grêmio havia fechado apenas uma contratação de outro jogador para a temporada 2019. O clube se reforçou com o volante Rômulo, emprestado até o fim de 2019 pelo Flamengo.

 

 

Mais conteúdo sobre:
Grêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.