Mike Hutchings/Reuters - 02/07/2010
Mike Hutchings/Reuters - 02/07/2010

Julio Cesar quer título mundial da Inter para 'virar página'

Goleiro pretende usar eliminação na Copa do Mundo como motivação para final contra o Mazembe

AE, Agência Estado

17 de dezembro de 2010 | 11h33

O ano de 2010 foi excelente para o goleiro Julio Cesar, que faturou quatro títulos nas cinco competições que disputou pela Internazionale de Milão. Porém, ele admite que a decepção pela eliminação da seleção brasileira nas quartas de final da Copa do Mundo, com a derrota por 2 a 1 para a Holanda, ainda não foi superada. Por isso, quer conquistar o título do Mundial de Clubes para esquecê-la e iniciar o próximo ano melhor. Assim, garante estar muito motivado para o duelo com o Mazembe, do Congo, no sábado.

"Este ano foi bom no clube, mas, infelizmente a Copa acabou sendo uma tristeza muito grande. A gente vinha tendo ótimos desempenhos nos três anos e meio no comando do Dunga, o grupo estava confiante e a gente queria muito ter chegado ao menos na final. Por isso cair nas quartas foi uma grande decepção. Mas a vida segue, a gente continua olhando para frente, para outras conquistas. Agora, junto com o Lúcio e Maicon, tenho a oportunidade de ganhar esse Mundial de Clubes para virar de vez esta página, para terminar 2010 bem e começar 2011 ainda melhor", afirmou em entrevista ao site da Fifa.

Julio Cesar reiterou o desejo de seguir defendendo a seleção brasileira, apesar de ainda não ter sido convocado pelo técnico Mano Menezes, que substituiu Dunga após a disputa da Copa do Mundo. O goleiro revelou também o sonho de conquistar o título da Copa pelo Brasil.

"Tenho um sonho que ainda não realizei, que é ser campeão do mundo com meu país. Enquanto puder vou correr atrás disso. Estou com 31 anos e, se mantiver a regularidade nos anos que antecedem a Copa do Mundo no Brasil, será ótimo. Vou continuar trabalhando e sei que o Mano Menezes estará observando", disse.

O goleiro prometeu que a vitória do Mazembe sobre o Internacional não vai se repetir na final do Mundial de Clubes. De acordo com Julio Cesar, o técnico Rafa Benitez acompanhou a semifinal e vai passar os detalhes do time do Congo para que a Inter de Milão não seja surpreendida.

"Nosso treinador esteve no estádio, observou o jogo e a partir de agora vai nos dar uma boa ideia de como a gente tem que entrar para enfrentá-los. O que sabemos é que é um time fisicamente forte, como a maioria dos africanos, e que têm jogadores rápidos. O Rafa vai nos passar tudo e, por isso, não seremos surpreendidos", comentou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.