Juninho conta com ajuda de Rivaldo

Ainda com o seu destino indefinido, e com o passe nas mãos, o meia Juninho Pernambucano conta com um aliado de peso para atingir o seu objetivo de se transferir para o futebol europeu: Rivaldo, do Barcelona. Conterrâneo do ex-jogador vascaíno - ambos nasceram em Pernambuco -, Rivaldo tem indicado o companheiro de seleção a clubes europeus, com quem tem contato. Mas, ao contrário do que foi noticiado, não há interesse financeiro na ação do atleta do Barcelona. É o que garante a assessoria de Juninho, representado no Brasil por dois procuradores, Cláudio Guadagno e o ex-jogador do Botafogo e Vasco, Luisinho. A ajuda de Rivaldo deve-se a uma amizade surgida ainda em Pernambuco entre os dois. O auxílio veio no momento certo. Apesar de ser um jogador de comprovada qualidade técnica, Juninho tem enfrentado obstáculos para encontrar um novo clube, desde que conseguiu o passe livre na Justiça Comum. A intenção do meia da seleção é jogar no futebol europeu, mas as inscrições nos campeonatos locais só reabrem no meio do ano. Além da influência de Rivaldo, Juninho dispõe de outro trunfo: Guadagno tem convênios com escritórios de empresários credenciados pela Fifa na Inglaterra, Espanha, Portugal, Itália e França. A esses agentes, o procurador já enviou a proposta salarial de Juninho, assim como fitas de exibições do jogador. O escritório de Guadagno informou que as negociações só devem avançar a partir de maio. Juninho ficaria apenas treinando, durante três meses, esperando a definição em relação ao seu futuro. Mas o técnico Emerson Leão deixou escapar que o jogador não seria mais convocado para a seleção brasileira caso não estivesse em atividade, o que mudou os seus planos. A dificuldade para encontrar um clube no Brasil, porém, é grande.Juninho não quer jogar em um time rival do Vasco - com o qual criou identificação -, o que impede transferências para clubes do Rio. Em São Paulo, as inscrições do campeonato estão encerradas. Minas Gerais é outro Estado onde há clubes capazes de pagar o salário de Juninho, mas as incrições no campeonato mineiro acabam quinta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.