Juninho diz que formação do Palmeiras ajuda seu futebol

De volta ao time do Palmeiras após amargar o banco de reservas e muitas vezes nem ser relacionado, o lateral-esquerdo Juninho comemora a boa fase com a camisa alviverde e o fato de ter reconquistado a confiança do técnico Gilson Kleina. Para o jogador, o esquema tático montado na equipe ajuda seu futebol a aparecer mais.

DANIEL BATISTA, Agência Estado

26 de março de 2013 | 14h04

"No Figueirense, eu jogava nessa situação, com quatro volantes e consegui me destacar assim. Tenho característica de toque de bola e ultrapassagem. Com quatro volantes tenho mais facilidade e liberdade para jogar, porque posso apoiar com tranquilidade e sempre tem cobertura", disse o lateral.

Desde o jogo contra o Botafogo de Ribeirão Preto, na 13ª rodada do Campeonato Paulista, Kleina tem optado por uma formação teoricamente mais cautelosa, com quatro volantes no meio: Charles, Léo Gago, Márcio Araújo e Wesley. A vantagem deste esquema é que os laterais têm mais liberdade para chegar ao ataque e Wesley, embora seja volante, assume a função de organizador do time.

Juninho acredita que a conversa entre os jogadores também tem ajudado na evolução da equipe. "Converso bastante com o Léo (Gago) e com o Márcio Araújo. A rapaziada tem a consciência de que tem de ficar para ajudar na marcação e está começando o entrosamento", comemorou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPaulistãoPalmeirasJuninho

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.