Juninho Paulista: definição amanhã

A advogada do meia Juninho Paulista, Gislaine Nunes, que pediu passe livre para o jogador por ele estar sem receber salários do Vasco há meses, disse que a definição do caso será nesta terça-feira. Ela afirmou desconhecer que sua ação tenha sido indeferida hoje pelo juiz José Monteiro Lopes, da 36ª Vara do Tribunal Regional do Trabalho, como está publicado no site oficial do Vasco. Segundo a nota publicada, o juiz marcou nova audiência para o dia 8 de janeiro. O jogador deverá se reunir nesta semana com a diretoria do Flamengo para tentar acertar sua transferência e, mesmo que não acerte com o rival, não deverá permanecer em São Januário. O atacante Euller já declarou que seu ciclo no Vasco se encerrou e será outro a deixá-lo. O caso do atacante Romário, que está passando suas férias nos EUA, é uma incógnita. Ele quer receber R$ 2 milhões (parte dos cerca de R$ 8 milhões que o clube lhe deve) imediatamente para voltar a atuar pelo Vasco. Mas ainda não foi procurado pelo presidente Eurico Miranda. Os jogadores tiveram folga hoje e se reapresentam amanhã. O dirigente pretende não dar férias antecipadas ao elenco, opinião que não conta com o apoio do resto da diretoria do clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.