Juninho Paulista está na mira do STJD

Além da derrota para o Paysandu, por 2 a 1,o meia Juninho Paulista, do Palmeiras, poderá ter mais um revés, por causa da partida de domingo, em Belém. Existe a possibilidade de o jogador ser punido com uma suspensão entre 30 dias e 360 dias, por supostamente ter ofendido o auxiliar número um do confronto, Roberto Braatz. O árbitro Heber Roberto Lopes relatou na súmula que o atleta teria chamado o bandeirinha de "safado".A súmula da partida será encaminhada à procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que decidirá se denuncia ou não Juninho Paulista.Na súmula o árbitro descreve o incidente. "Após o término do jogo fui informado pelo árbitro assistente nº 01 sr. Roberto Braatz que o atleta sr. Oswaldo Giroldo Junior nº 10 da S.E. Palmeiras disse-lhe as seguintes palavras: "Viu o que fez? Você tá satisfeito agora? Você só marca em favor do Paysandu, você é safado". Fato esse ocorreu quando o mesmo se dirigia ao centro do campo para irmos ao nosso vestiário." A tendência é a de que, se denunciado, o atleta responda ao artigo número 188 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD): "manifestar-se de forma desrespeitosa, ou ofensiva, contra membros do Conselho Nacional do Esporte (CNE); dos poderes das entidades desportivas ou da Justiça Desportiva, e contra árbitro ou auxiliar em razão de suas atribuições, ou ameaçá-los. A pena prevista pelo artigo é de suspensão de 30 a 180 dias. Mas se a ofensa for registrada por meio de comunicação, o artigo prevê punição mais severa: entre 60 e 360 dias de suspensão. De acordo com funcionários do STJD, uma emissora de TV teria flagrado o momento da ofensa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.