Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Junior Baiano amplia a crise no Fla

A comissão técnica e boa parte do elenco do Flamengo evitam comentários sobre as mudanças no comando do futebol profissional do clube anunciadas pelo presidente Márcio Braga.A exceção chama-se Júnior Baiano, zagueiro experiente e conhecido pelo poder de liderança que exerce dentro de campo. Ele classificou como "palhaçada" as "brigas" políticas ocorridas na Gávea, que, segundo ele, tornam o clima conturbado para o grupo trabalhar com a finalidade de evitar o descenso da equipe carioca no Campeonato Brasileiro.A 11 rodadas do término do Nacional, o Flamengo ocupa a 20ª colocação, com 38 pontos em 35 jogos. Um novo tropeço contra o Criciúma, domingo, no Maracanã, provavelmente fará com que a equipe rubro-negra retorne à área de risco, além de agravar mais a crise na Gávea."É ruim ler no jornal todo dia brigas entre dirigente amador, da diretoria e do Fla-Futebol. Até porque quando o grupo tem algum tipo de problema não sabe a quem recorrer", declarou Júnior Baiano. "O pessoal do amador fala certas coisas que a gente não gosta. Isso só prejudica".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.