Júnior Baiano envolvido com traficante

O zagueiro do Flamengo Júnior Baiano deve ser intimado pela polícia da cidade de Feira de Santana, a 108 quilômetros, de Salvador para explicar o carro que deu, no ano passado, ao traficante Silton Dórea, integrante de uma quadrilha que está sendo processada pela Vara de Tóxicos do município onde moram parentes do jogador. O processo está sendo conduzido pelo juiz Paulo Sérgio Barbosa.Através de escutas telefônicas a polícia de Feira de Santana descobriu a atuação ilegal do grupo de pagode Quinta Elite Rua Nova, que transacionava com drogas. Entre os envolvidos estão o ex-policial militar Silton, o ex-policial civil Ailton Dórea, conhecido como "Rambo" e o pré-candidato a vereador Gérson Andrade Gonçalves.Nas conversas grampeadas com autorização da Justiça, Silton se refere a um Gol 2001 que Júnior Baiano teria lhe dado de presente. Ele confirmou a informação em depoimento na Justiça justificando que o motivo foi a amizade entre ele e o jogador. Gonçalves também admitiu ter recebido um "presente" de Júnior Baiano, a doação de R$ 500 para sua campanha de vereador que acabou não se efetivando porque ele foi preso. Não existe ainda uma data para a audiência do jogador, mas ele deve ocorrer até o final do ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.