Júnior garante que São Paulo vai suprir falta dos negociados

O São Paulo começa 2007 sem três titulares do ano passado: Fabão, Mineiro e Danilo, todos negociados com o futebol do exterior. O lateral-esquerdo Júnior, um dos mais experientes do time, ao lado do goleiro Rogério Ceni, prefere não medir a falta que os ausentes farão ao time. Mas ele tem certeza que o São Paulo é capaz de se manter no topo. ?No final de 2005 a gente perdeu o Amoroso, no fim da Libertadores perdemos o Ricardo Oliveira e o São Paulo continuou grande. O importante é que o time sempre soube repor as peças?, disse o jogador.O volante Mineiro é uma peça que ainda não foi reposta. Sobre a possibilidade de jogar na função do ex-colega, Júnior é direto. ?Deixa para o Muricy decidir. A gente só acata o que ele disser?, resumiu.Trabalho pesado no CCTDomingo é geralmente dia de folga para todos os profissionais. Mas o do São Paulo foi bem diferente. Trabalhos físicos e atividades com bola marcaram o terceiro dia do time na volta das férias. ?Nas férias o domingo era dia de comer macarronada com a família. Hoje estamos aqui treinando. Mas tudo bem, foi um dia atípico, mas muito proveitoso?, disse Júnior.O jogador teve uma boa impressão do elenco na volta das férias. ?Aos poucos vamos readquirir a melhor forma física para entrar com tudo no Paulistão. Eu tive férias bem programadas, curti, viajei, descansei, mas não deixei de me cuidar. O pessoal também deve ter maneirado nas férias?, garantiu.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.