Júnior volta animado ao São Paulo

O lateral Júnior fez o que o técnico Emerson Leão pediu no início das férias e voltou de corpo limpo. O jogador está empenhado em recuperar seu espaço no futebol brasileiro. Para ele, as arestas com o treinador do São Paulo já foram aparadas e agora é vida nova. Quando Leão disse ao lateral que não iria aproveitá-lo nas últimas partidas do Campeonato Brasileiro, Júnior ficou irado e pediu para entrar de férias. "Vai, meu filho, vai. Toma um banho com os orixás e volta renovado para a temporada de 2005", disse o treinador na ocasião."Foi o que fiz", garantiu Júnior, para quem o passado não existe mais. "É vida nova. O que aconteceu ficou para trás, sobretudo as coisas ruins. Vou me esforçar para fazer bem meu trabalho", revelou.Júnior se sentiu perseguido na época em que se desentendeu com Leão. Ele deixava o campo sempre no segundo tempo. Hoje, admite que sua condição física não era das melhores. "Tenho consciência que não estava bem fisicamente. Cheguei tarde e o restante do elenco estava mais bem preparado que eu." Bem ou mal agora, o caminho está aberto para ele, pois o São Paulo vendeu o terceiro reserva da posição, Lino, e o segundo, Fábio Santos, que poderia virar titular, segue machucado. Leão procura por outros dois laterais. Mas deve ser para compor o elenco. O treinador, embora há quem duvide, já comentou não ter nada contra Júnior e o quer no time, desde que ele esteja bem, sobretudo na parte física. "Estamos começando todos juntos e isso fará diferença para mim. Sei que nas primeiras partidas do Paulistão, ainda estaremos fora da melhor forma, mas o condicionamento vem com os jogos", assegura o lateral que foi campeão mundial na Copa de 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.