Juniores são esperança da Portuguesa

As dispensas do lateral-esquerdo Alemão e do atacante Reinaldo, deram início ao processo de reformulação do elenco da Portuguesa, que tem como objetivo baixar a folha de pagamento e lançar garotos formados nas categorias de base do clube. E já na filosofia de atuar com esses jogadores, o técnico Valdir Espinosa vai dar oportunidade a outro recém promovido dos juniores. Depois de Alex Afonso, que atupou diante do Bahia, agora é a vez do lateral Júlio, ganhar uma oportunidade entre os titulares. Com a contusão de Paulo Fabrício, contratura muscular, e a dispensa de Alemão, o técnico havia optado por improvisar Márcio Goiano. A justificativa era a de que estava "fazendo o melhor pela Portuguesa". Deu-se mal, com a péssima atuação do jogador diante do Bahia, teve de voltar atrás no seu pensamento e lançará o garoto, de 19 anos, domingo, diante do Etti, no Canindé. "Ele correspondeu às minhas expectativas e vai atuar", disse o treinador. Campeão da Taça São Paulo de Juniores, Júlio não teme sofrer pressão da torcida. "A lembrança da copinha ainda está na cabeça dos torcedores, por isso, acredito que não terei problemas." E está confiante com a chance, especialmente por ter ganho liberdade para atacar. "Aguardava por esta oportunidade há tempos. E ainda vou poder atacar, minha característica", comemorou. Com a confirmação da estréia de Júlio, no Torneio Rio São Paulo, a única dúvida de Espinosa fica no setor de meio-de-campo. Marcus Vinícius continua fazento tratamento e, caso não melhore, dá lugar a Sandro Fonseca, recuperado de uma contratura muscular.

Agencia Estado,

29 Março 2002 | 16h09

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.