Justiça argentina embarga bens de Tevez

O ano de 2004 termina de forma turbulenta para Carlos Tevez. O astro do futebol argentino, contratado pelo Corinthians junto ao Boca Juniors por cerca de US$ 20 milhões, teve seus bens embargados pela Justiça argentina. A ordem foi determinada pelo juiz Juan José Dieuzeide, do Tribunal Comercial de Buenos Aires.O embargo foi solicitado pelo ex-empresário de Tevez, Roberto Tessone. Ele foi demitido pelo jogador há poucos meses, antes do fim de seu contrato. E, pela rescisão antecipada, deveria receber 3 milhões de pesos (US$ 1 milhão), dinheiro que está sendo reivindicado agora na Justiça.Tessone, que representou Tevez desde que o jogador tinha 14 anos, afirmou que "nunca" recebeu "porcentagem alguma de tudo o que ele obteve com seus contratos...e inclusive, até emprestei dinheiro a Tevez".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.