Justiça de São Paulo aceita denúncia contra Alberto Dualib

Ex-presidente do Corinthians e mais quatro dirigentes serão julgados por fraude na administração do clube

Redação,

10 de março de 2008 | 16h12

A 15.ª Vara Criminal de São Paulo de São Paulo aceitou a denúncia do Ministério Público contra o ex-presidente do Corinthians Alberto Dualib por formação de quadrilha, concurso material de delitos (prática de dois ou mais crimes) e estelionato. Além de Dualib, o ex-vice Nesi Curi e outros três dirigentes foram denunciados. O interrogatório está marcado para o dia 23 de abril.   Veja também: Mano Menezes alerta jogadores contra 'salto alto' no Paulistão   Segundo confirmou a assessoria do tribunal ao estadao.com.br, a denúncia foi aceita na sexta-feira.   A denúncia, com base nos relatórios do Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic), foi encaminhada pelo procurador Reinaldo Carneiro, no dia 28 de fevereiro, à Justiça de São Paulo. De acordo com a acusação, Dualib e os outros dirigentes desviaram R$ 1.433.333 do caixa do clube por meio de um esquema de notas frias. No entanto, estima-se que o valor possa chegar a R$ 5 milhões - Carneiro tenta levantar todos os desvios ocorridos no clube.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansAlberto Dualib

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.