Clayton de Souza/Estadão
Clayton de Souza/Estadão

Justiça determina perícia nas obras da Arena Palestra

Vistoria foi pedida pela 2ª Vara da Fazenda Pública e pode definir se a construção do estádio será paralisada

Daniel Batista, Agência Estado

25 Fevereiro 2013 | 19h28

SÃO PAULO - A 2ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo publicou nesta segunda-feira no Diário Oficial uma decisão que estipula a realização de uma perícia para decidir se as obras da Arena Palestra serão paralisadas e que o antigo Palestra Itália seja reerguido no lugar, como pede o Ministério Público. Existe a suspeita de diversas irregularidades na obra.

Uma delas é que o Palmeiras teria usado notas fiscais frias para comprovar a realização de obras feitas entre 2002 e 2008. Outro ponto é o fato da construção ter alvará de reforma e não de construção. Entretanto, uma das arquibancadas do antigo Palestra Itália permanecem erguidas, o que, legalmente significa a reforma.

O diretor executivo do Palmeiras, José Carlos Brunoro, disse que quem deveria se manifestar sobre o caso é a WTorre, e que o clube não iria falar do assunto. A empresa divulgou um comunicado dizendo que o assunto é um caso antigo e já encerrado, por isso, nenhum dirigente iria se manifestar.

"A WTorre decidiu não se manifestar neste momento, por entender que nada há de novo nesta questão", diz o comunicado da empresa.

Mais conteúdo sobre:
futebolPalmeirasArena Palestra

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.