JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Justiça espanhola tenta ouvir ex-presidentes do Santos no caso Neymar

Luis Álvaro de Oliveira e Odílio Rodrigues estão na mira de juiz

O Estado de S.Paulo

12 de outubro de 2015 | 07h00

A Justiça espanhola tenta ouvir os ex-presidentes do Santos Luis Álvaro de Oliveira e Odílio Rodrigues sobre a polêmica venda de Neymar para o Barcelona. O juiz José de la Mata, da Audiência Nacional da Espanha, já enviou duas cartas rogatórias ao Brasil solicitando cooperação para que os ex-dirigentes sejam interrogados, de acordo com informações da agência de notícias Efe.

Mata pediu que um juiz brasileiro ouça Luis Álvaro e Odílio, mas também mostrou-se disposto a enviar uma comissão judicial ao Brasil. A Justiça da Espanha apura denúncia feita pela DIS, grupo que detinha parte dos direitos de Neymar.

E, enquanto as polêmicas envolvendo a negociação de Neymar com o Barcelona parecem não ter fim, o Santos inicia nesta segunda-feira a sua preparação para enfrentar o Grêmio, quinta-feira, às 21 horas, em Porto Alegre, pela 30ª rodada do Brasileirão.

Após vencer o Fluminense por 3 a 1, no último dia 4, na Vila Belmiro, o time santista se garantiu na quarta posição da competição nacional, com 46 pontos, mesma pontuação do São Paulo, que na quarta-feira encara o Fluminense no Maracanã.

Uma vitória sobre o Grêmio, por sinal, poderia fazer o Santos ficar a três pontos justamente do time gaúcho, que ocupa o terceiro lugar, com 52 pontos, e hoje é principal perseguidor do vice-líder Atlético-MG, que tem 56.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolSantos FCNeymar

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.