Justiça ordena prisão de Edmundo por acidente em 1995

A Justiça do Rio de Janeiro rejeitou a alegação de prescrição e determinou a expedição de mandado de prisão contra o ex-jogador de futebol e comentarista esportivo Edmundo Alves de Souza Neto, conhecido como "Animal". A decisão coube ao juiz Carlos Eduardo Carvalho de Figueiredo e foi divulgada nesta terça-feira.

MARCELA GONSALVES, Agência Estado

14 de junho de 2011 | 20h59

Edmundo foi condenado em março de 1999 a quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto, por três homicídios culposos e lesões corporais culposas em outras três pessoas. O acidente de carro aconteceu na Lagoa, na zona sul do Rio de Janeiro, na madrugada do dia 2 de dezembro de 1995.

A sentença que condenou o ex-jogador foi proferida pela 17.ª Vara Criminal da Capital. Ele recorreu, mas a 6.ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro manteve a decisão no dia 5 de outubro de 1999. Segundo o juiz Carlos Eduardo de Figueiredo, ainda não ocorreu o lapso temporal exigido pela lei.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolEdmundoprisãoacidente

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.