Justiça proíbe jogo no futebol gaúcho entre 10h e 18h

Uma liminar concedida nesta sexta-feira pela Justiça do Trabalho proíbe que jogos das séries A e B do Campeonato Gaúcho sejam disputados entre 10 e 18 horas. O pedido foi feito pelo Sindicato dos Atletas Profissionais do Rio Grande do Sul depois de os jogadores reclamarem de terem de atuar sob forte calor.

AE, Agencia Estado

05 de fevereiro de 2010 | 19h39

Na última quarta-feira, por exemplo, Grêmio e São Luiz jogaram às 17 horas, no Estádio Olímpico, em Porto Alegre, com os termômetros marcando 41ºC. A sensação térmica no gramado, no entanto, era de aproximadamente 50ºC.

A Federação Gaúcha de Futebol criticou a liminar. Segundo o presidente Francisco Novelletto, o departamento jurídico da entidade encaminhará recurso contra a decisão. O dirigente ainda prevê perdas financeiras aos clubes, já que o regulamento da competição foi aprovado por todos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato Gaúcho

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.