Justiça suspende processo contra Boris Berezovsky

Milionário russo foi acusado de utilizar a parceria entre Corinthians e MSI para desviar dinheiro

Redação,

07 de abril de 2008 | 18h44

Por ordem do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), o processo contra o russo Boris Abramovich Berezovsky, movido na Justiça Federal de São Paulo, foi suspenso através de liminar nesta segunda-feira. Berezovsky seria um dos financiadores do fundo de investimentos MSI, ex-parceira do Corinthians. Veja também: Conjur: Leia a decisão do ministro Corinthians busca reforços para 'não tropeçar' no ano Mello explicou que concedeu a liminar com base no direito de defesa garantido para qualquer pessoa no Brasil, independente de morar no País. Segundo o Ministério Público, Berezovsky teria aproveitado a parceria entre Corinthians e MSI para lavagem de dinheiro. O russo chegou a ter a prisão decretada junto com outros dois diretores do fundo: Kia Joorabchian e Nojan Bedround.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansMSIBoris Berezovsky

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.