Juve x Liverpool: torcidas em guerra

A polícia italiana prendeu seis torcedores da Juventus de Turim na madrugada desta quarta-feira, depois que eles atacaram um grupo de torcedores do Liverpool em um bar no centro de Turim. De acordo com fontes policiais, os italianos entraram no estabelecimento com os rostos cobertos por cachecóis e faixas, atirando cadeiras e banquetas contra os ingleses. As duas equipes se enfrentam nesta quarta-feira à tarde na partida de volta das quartas-de-final da Liga dos Campeões da Europa, num confronto marcado por intensa rivalidade.De acordo com a polícia, os italianos tentaram fugir logo depois das agressões, mas foram presos por agentes que os haviam seguido até ali. Depois das prisões, os agentes encontraram várias barras de ferro e madeira em dois dos três carros dos torcedores italianos estacionados próximos do bar. A partida Juve x Liverpool está cercada de muita expectativa. Esta é a primeira vez que o Liverpool vai a Turím desde a tragédia do estádio Heysel, em Bruxelas, quando 39 pessoas morreram - a maioria torcedores da Juve - por conta de conflitos entre torcedores na final da Copa da Europa de 85. Hoje, mais de mil policiais foram deslocados para o patrulhamento no estádio Delle Alpi. No jogo de ida, dia 5 de abril, torcedores ingleses fizeram pedidos formais de perdão pela tragédia, mas os italianos presentes ao estádio não aceitaram.Nos dias que se seguiram àquele jogo, circularam em sites italianos na internet mensagens de advertência a torcedores ingleses. Alguns deles continham ameaças, dizendo que os seguidos do Liverpool não sairiam vivos de Turim.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.