Alex Silva/AE
Alex Silva/AE

Juvenal lembra de Adriano e diz que Luis Fabiano 'será tratado igual aos outros'

Presidente do São Paulo afirma que diretoria irá se reunir para definir punição ao atacante, 'rei dos cartões' neste Brasileiro

18 de junho de 2012 | 13h36

SÃO PAULO - O presidente do São Paulo, Juvenal Juvêncio, confirmou no início da tarde desta segunda-feira que a diretoria de futebol irá se reunir ainda hoje para definir se o atacante Luis Fabiano, expulso contra o Atlético-MG, será multado por seus atos de indisciplina dentro do campo.


"A diretoria de futebol vai tomar uma posição hoje à tarde. Não sei se ele vai ser punido. No São Paulo não falamos de preferência, se acontecesse com outro jogador teria o mesmo tratamento", afirmou Juvenal, em evento no Salão Nobre no Morumbi.


Juvenal lembrou da passagem do atacante Adriano no São Paulo, outro jogador que também dava muito trabalho à diretoria. "No São Paulo o Adriano cometeu uma indisciplina forte e foi fortemente punido. A partir dali ele não deu mais trabalho. O Luis Fabiano terá o mesmo tratamento, que é o correto."

 

Com quatro amarelos e um vermelho recebido em apenas cinco rodadas, Luis Fabiano também deve se explicar à diretoria nesta segunda-feira à tarde, na reapresentação do grupo. O técnico Emerson Leão, que pode tirar a faixa de capitão do Fabuloso, sugeriu que o jogador deveria passar por algum tipo de tratamento. "Não sou em quem deve cuidar disso porque acho que têm pessoas mais competentes para saber qual é o melhor trabalho a ser feito."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.