Arthur Dallegrave/E.C.Juventude
Arthur Dallegrave/E.C.Juventude

Juventude abre 2 a 0, mas Goiás reage e ganha por 5 a 3 na Série B

Equipe goiana continua firme rumo ao retorno à elite e gaúchos estão ameaçados

Estadão Conteúdo

12 Outubro 2018 | 21h42

Em jogo muito movimentado, com virada e oito gols, pela 31ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro, o Goiás bateu o Juventude por 5 a 3 na noite desta sexta-feira, em pleno estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). O time visitante saiu perdendo por 2 a 0 no primeiro tempo, mas fez uma surpreendente segunda etapa e buscou a reviravolta no placar.

Com o resultado, o Juventude segue dentro da zona do rebaixamento, estacionado nos 32 pontos, na 19ª e penúltima colocação. Até mesmo o empate garantiria a equipe gaúcha fora das quatro últimas colocações, mas a torcida se frustrou com o resultado negativo. O Goiás, com, 53 pontos, segue firme na briga pelo acesso de volta à primeira divisão e ocupa a segunda colocação, atrás apenas do líder Fortaleza, que tem três pontos a mais.

A primeira etapa foi dominada pelo Juventude, que teve o atacante Hugo Sanches como principal destaque. Depois de algumas chances desperdiçadas, foi ele quem marcou os dois primeiros gols da partida. Primeiro, aos 38 minutos, Vidal cruzou da direita e Hugo Sanches completou de primeira para o fundo do gol. Quatro minutos mais tarde, aos 42, ele voltou a balançar as redes, desta vez com um golaço chutando cruzado de fora da área e acertando o ângulo esquerdo do goleiro Marcos.

Na segunda etapa, no entanto, o Goiás reagiu rapidamente e conquistou a virada. Aos 16 minutos, Lucão aproveitou a cobrança de escanteio da direita e marcou o primeiro dos visitantes. Apenas dois minutos mais tarde, Michael invadiu a área e bateu cruzado para empatar.

Os gols esmeraldinos foram um balde de água fria para cima do Juventude, que seguiu perdido em campo e ineficaz na tentativa de conter os ataques adversários. Não demorou e, aos 26 minutos, Michael cruzou da direita buscando Lucão. O centroavante nem conseguiu desviar, mas foi o suficiente para atrapalhar o goleiro Douglas, que não evitou que a bola morresse no fundo do gol pela terceira vez.

Na reta final, Robinho ainda marcou o quarto do Goiás, em bela jogada individual aos 38 minutos. Já nos acréscimos, aos 46, Micael descontou com gol de cabeça aproveitando escanteio.

O gol animou o time da casa, que se lançou ao ataque até mesmo com o goleiro Douglas Silva indo para o ataque. No último lance do jogo, o Goiás roubou a bola e marcou o quinto em contra-ataque. Sem goleiro, Felipe Gedoz só teve o trabalho de cruzar o meio de campo e bater contra o gol vazio para sacramentar a vitória por 5 a 3.

O Goiás volta a campo na próxima sexta-feira, quando enfrenta o CRB, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), pela 32ª rodada. No dia seguinte, é a vez do Juventude visitar o Vila Nova no Serra Dourada, em Goiânia (GO).

FICHA TÉCNICA:

JUVENTUDE 3 x 5 GOIÁS

JUVENTUDE - Douglas Silva; Vidal, Micael, Bonfim e Neuton; Lucas (Rafinha), Rodrigo e Denner; Caio Rangel (Matheus Bertotto), Douglas Kemmer e Hugo Sanches. Técnico: Luís Carlos Winck.

GOIÁS - Marcos; Alex Silva, David Duarte, Edcarlos e Ernandes; Gilberto, Giovanni e Renato Cajá (Júnior Viçosa); Michael, Rafinha (Robinho) e Lucão (Felipe Gedoz). Técnico: Ney Franco.

GOLS - Hugo Sanches, aos 38 e 42 minutos do primeiro tempo. Lucão, aos 16, Michael, aos 18 e 26, Robinho, aos 40, Micael, aos 46, e Felipe Gedoz, aos 47 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Gilberto Rodrigues Castro Júnior (PE).

CARTÕES AMARELOS - Caio Rangel e Douglas Kemmer (Juventude). David Duarte e Michael(Goiás).

RENDA - R$ 38.050,00.

PÚBLICO - 4.127 pagantes (4.603 no total).

LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.