Juventude bate o Criciúma com gol no final e assume a liderança da Série B

Vinícius, aos 41 minutos do segundo tempo, fez o gol da vitória

Estadão Conteúdo

06 de junho de 2017 | 21h18

Com um gol de Vinícius, aos 41 minutos do segundo tempo, o Juventude venceu o Criciúma por 1 a 0, nesta terça-feira, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), em jogo válido pela quinta rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Ainda invicto, o time gaúcho agora lidera a competição com 11 pontos e deixa o catarinense com apenas um ponto e na lanterna.

Além do frio, com termômetros em 12 graus Celsius, o primeiro tempo foi marcado pela forte marcação dos dois lados. A melhor chance, porém, foi do Criciúma em uma cabeçada de Zé Roberto. O zagueiro Ruan tentou aliviar de barriga e a bola ia entrando quando o goleiro Matheus mostrou agilidade. Ele deu um tapa na bola em cima da linha, aos 25 minutos, e evitou o gol certo.

O Juventude não chutou nenhuma bola contra o goleiro Luiz, mas reclamou de três penalidades máximas que não ficaram caracterizadas. Duas em toque de mão na bola e outra em numa saída normal de Luiz nos pés de Juninho.

No segundo tempo, o time da casa tentou impor mais velocidade pelos lados do campo. Até conseguiu chegar duas vezes, uma de cada lado. Mas a finalização não aconteceu. Os dois técnicos ainda tentaram mudar o cenário com alterações. Mas nada parecia mudar. Até que o gol saiu aos 41 minutos. Wallacer, que tinha acabado de entrar, cobrou escanteio em curva e o lateral-direito Vinícius, que entrou no intervalo, cabeceou sozinho. A bola tocou no travessão e caiu atrás da linha.

Neste sábado, o Juventude volta a campo diante do Boa, às 16h30, em Varginha (MG). Nesta sexta-feira, às 19h15, o Criciúma joga em casa diante do CRB. Ambos jogos serão válidos pela sexta rodada.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolJuventudeCriciúma

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.