Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Juventude com 3 desfalques em Campinas

A tranqüilidade obtida pelo Juventude depois da vitória de 2 a 0 sobre o Guarani, domingo passado, que o deixou em 15º lugar no Brasileirão, com oito pontos, foi se dissipando no decorrer da semana. Neste sábado, a equipe enfrenta a Ponte Preta, em Campinas, com três desfalques, em partida pela oitava rodada. Na quarta-feira, a direção do Juventude confirmou a venda do meio-campista Marcelo e dos atacantes Michel e Geufer para o Nacional, de Portugal. Os dois primeiros eram titulares da equipe, enquanto o terceiro se recuperava de lesão. A negociação, que rendeu cerca de 1 milhão de euros ao clube, teve como objetivo equilibrar as suas finanças. Os atletas devem se apresentar ao Nacional apenas em julho, mas não atuarão mais pela equipe caxiense para evitar o risco de lesões. Na quinta-feira, o técnico Ivo Wortmann ganhou mais um problema com a lesão do centroavante Leonardo Manzi. Ele sentiu uma fisgada na coxa esquerda no treino da tarde e foi vetado para o jogo deste sábado. A boa notícia de Wortmann é o retorno do meia Donizete Amorim, que cumpriu suspensão contra o Guarani. Donizete Amorim entra no lugar de Marcelo, atuando mais recuado. Na vaga de Michel, que na última partida atuou como ala pelo lado esquerdo, jogará Zé Rodolpho, também meio-campista. Na frente, Rafael, meia com características ofensivas, atuará na posição de Manzi. O Juventude deverá jogar no esquema 3-5-2, com muitos cuidados defensivos. O atacante mais avançado será Da Silva, de boas atuações nas últimas partidas. Um empate, pela campanha da Ponte, é considerado um bom resultado, ainda mais que a equipe ainda não somou pontos fora de casa - perdeu para Cruzeiro e Santos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.