Juventude e Figueirense só empatam

O Juventude conseguiu um sofrido empate por 2 a 2 já nos acréscimos contra o Figueirense, nesta quarta-feira à noite, em jogo repetido do Campeonato Brasileiro devido à anulação das partidas que foram apitadas por Edílson Pereira de Carvalho. Naquela oportunidade, a equipe catarinense havia vencido por 4 a 1.Contando com a estréia do técnico Hélio dos Anjos, o Juventude foi surpreendido pela boa atuação do Figueirense na etapa inicial. O atacante Edmundo, que havia sido a grande figura no confronto anterior, parecia disposto a repetir a atuação. Aos 29 minutos ele entrou na área do Juventude e foi derrubado por Roger. Na cobrança da penalidade Edmundo acertou o canto, abrindo o placar: 1 a 0. Nove minutos depois o Figueirense, melhor ajustado em campo, marcou o segundo gol com Adriano, de cabeça.No intervalo, Hélio dos Anjos resolveu arriscar tudo no lado do Juventude. Ele fez as três substituições permitidas. Mas foi o Figueirense quem perdeu as melhores oportunidades no início da partida. Em lances, aos 7 e 9 minutos, Edmundo e Alessandro carimbaram o travessão do time caxiense. Mas a equipe gaúcha manteve o empenho e descontou aos 16 com Zé Carlos, após receber cruzamento, dominar no peito e tocar no canto direito. A partir daí o jogo ficou aberto, com o Juventude pressionando e o Figueirense desperdiçando boas chances nos contra ataques. Já nos acréscimos, em cobrança de falta, Tucho estabeleceu a igualdade por 2 a 2. Tanto para o Juventude como para o Figueirense a repetição dos jogos se tornou um mau negócio. No caso do Juventude, que havia vencido o Fluminense e perdido para o Figurense, em vez de três pontos foi somado apenas um. Pelo lado do Figueirense, que havia perdido para o Vasco e goleado o Juventude, somou apenas dois pontos. O Juventude foi a 39 pontos e o Figueirense soma 34.

Agencia Estado,

19 de outubro de 2005 | 22h45

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.