Juventude é finalista em Marília

O Juventude se classificou para a final da Taça Cidade de Marília, ao vencer o União São João de Araras nos pênaltis, por 3 a 0, depois do empate por 1 a 1 no tempo normal. O jogo abriu, nesta sexta-feira à noite, o torneio quadrangular que está sendo realizado no estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, em Marília, no interior de São Paulo. Agora, o time gaúcho espera o vencedor do confronto entre Marília e Guarani, que jogam ainda nesta sexta-feira, para conhecer seu adversário na final de domingo. Com o campo molhado, por causa da chuva, o jogo foi bastante truncado. Os dois gols saíram logo no início do primeiro tempo. Aos 9 minutos, Rafael recebeu lançamento pelo meio do ataque e com um leve toque encobriu o goleiro Diego, fazendo 1 a 0 para o União São João. Dois minutos depois, Denis fez boa jogada e tocou para Cláudio Pitbull. O atacante empatou o jogo. No segundo tempo, o jogo caiu muito de rendimento. Nem União, nem Juventude conseguiram chegar com perigo ao ataque e levaram a decisão para os pênaltis. Nas cobranças, Cláudio Pitbull, Marcelo e Dionatan fizeram para o Juventude. Fernando, Márcio e Branco perderam para o time de Araras, dando a classificação ao time gaúcho.

Agencia Estado,

02 Agosto 2002 | 21h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.