Juventude perde, mas vai à final do Gaúcho contra o Grêmio

Mesmo com a derrota por 2 a 1 para o Veranópolis, neste domingo, em Caxias do Sul, o Juventude será o adversário do Grêmio na final do Gauchão. A vitória por 2 a 0 no jogo de ida, em Veranópolis, no final de semana passado, garantiu a classificação no saldo de gols: 3 a 2. As finais serão dia 29 de abril no Estádio Alfredo Jaconi e 6 de maio, no Olímpico. Com a vantagem de ter vencido o primeiro jogo por 2 a 0, o Juventude, jogando diante de sua torcida, entrou em campo pensando apenas em administrar o resultado. A realidade, no entanto, foi bem diferente. Quem teve a iniciativa era o Veranópolis e, por isso mesmo, mereceu fazer 1 a 0 aos 24 minutos, num pênalti - Márcio Azevedo tocou com a mão na bola - bem cobrado por Dinei, sem chances de defesa para André. O Juventude não levou perigo ao gol de Gilmar. O Veranópolis, que jogou o segundo tempo com dez jogadores devido à expulsão de Émerson no final da primeira etapa, surpreendeu aos 50 segundos com um gol de Vítor Hugo, o artilheiro da competição agora com 13 gols, fez 2 a 0, o que levaria a decisão para os pênaltis. Aos 13 minutos, num lance isolado, Gabriel descontou para 2 a 1 e definiu, injustamente, a classificação do Juventude à final, já que o Veranópolis foi melhor durante toda a partida. O técnico Ivo Wortmann, ao final do jogo, falou pouco: "Jogamos pelo regulamento e vamos decidir o título".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.