Arthur Dallegrave/ECJuventude
Arthur Dallegrave/ECJuventude

Juventude e América-MG avançam na Copa do Brasil; Ponte e CRB estão eliminados

Times se garantiram nesta terça-feira nas oitavas de final da competição nacional

Redação, Estadão Conteúdo

22 de setembro de 2020 | 23h50

O Juventude levou a melhor sobre o CRB pela quarta fase da Copa do Brasil e avançou para as oitavas de final. Apesar de derrota por 1 a 0 nesta terça-feira à noite, no estádio Rei Pelé, em Maceió (AL), o time gaúcho avançou pelo bom resultado conquistado no jogo de ida. Como venceu por 2 a 0 em casa, na primeira partida, o Juventude podia até perder por um gol de diferença. 

Também nesta terça, o América-MG venceu a Ponte Preta, por 3 a 1, no Independência, em Belo Horizonte, e confirmou sua vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil. Este foi o jogo de volta da quarta fase, sendo que na ida, em Campinas, houve empate por 2 a 2.

Juventude e América-MG garantiram a premidação da CBF de R$ 2,6 milhões e agora aguardam sorteio para conhecer o adversário na próxima fase. Além dos cinco classificados desta quarta fase, outros 11 times entram nas oitavas de final: os oito classificados para a Copa Libertadores, além do campeão da Série B, o Red Bull Bragantino, o campeão da Copa Verde, o Cuiabá, e o campeão da Copa do Nordeste, o Fortaleza.

No jogo desta terça, o Juventude se preocupava mais em administrar a vantagem construída no jogo de ida. No entanto, a postura ofensiva do CRB surtiu efeito ainda no primeiro tempo. Aos 32 minutos, o artilheiro Léo Gamalho recebeu dentro da área e foi derrubado por Wellington. O árbitro mineiro Felipe Fernandes de Lima marcou pênalti e o próprio Léo Gamalho cobrou com tranquilidade para abrir o placar. No segundo tempo, o Juventude conseguiu segurar o placar e garantir a vaga.

No outro jogo da noite, o América-MG seguiu com mais volume de jogo até que, aos 31 minutos, o próprio Felipe Azevedo abriu o placar. Ele recebeu cruzamento de Juninho e subiu mais do que a marcação para tocar de cabeça para o fundo das redes. Apenas cinco minutos depois, o time ampliou. Em bonita tabela envolvendo Léo Passos e Rodolfo, o meia Alê recebeu dentro da área e estufou as redes do goleiro Ivan. Na segunda etapa, o América marcou o terceiro e sacramentou a classificação. Aos 17 minutos, Bruno Reis cometeu pênalti em Diego Ferreira. Rodolfo cobrou com tranquilidade no meio do gol. A Ponte ainda fez o gol de honra aos 47 minutos, quando Apodi recebeu a bola quase na linha da grande área e bateu de pé de pé. A bola passou pelo goleiro americano.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.