Juventude vence o Criciúma por 3 a 1

O desempenho do Juventude não foi de encher os olhos, mas isso não tira a importância da vitória de 3 a 1 sobre o Criciúma, nesta quarta-feira à noite, em Caxias do Sul. Além de quebrar um jejum de quatro jogos sem ganhar em casa, a equipe caxiense deu um grande passo na luta para fugir da zona de rebaixamento.Os dois times começaram o jogo bastante desfalcados. O Criciúma, sem sete titulares, arrancou melhor e pressionou. O Juventude sentia a falta de pelo menos três jogadores importantes. Mas teve a sorte de abrir o placar numa jogada sem muita pretensão. Aos 15 minutos, Rafael cobrou um escanteio no lado esquerdo e Renato, de cabeça, acertou o canto de Roberto, fazendo 1 a 0.O gol mudou o panorama da partida. O Juventude passou a ter o domínio completo. Aos 24 minutos, Taílson, em outro lance aéreo, marcou o segundo, após cruzamento de Dante, também do lado esquerdo do ataque. Até o final da primeira etapa, o Juventude perdeu pelo menos três ótimas chances.O segundo tempo começou com o Criciúma outra vez dominando. Aos 11 minutos, Paulo César descontou cobrando falta na ponta esquerda. O goleiro Márcio Angonese e a defesa do Juventude se atrapalharam e a bola passou no meio de vários atletas.O sufoco do Juventude seguiu até os 23 minutos. Taílson fez boa jogada e foi derrubado na área. Na cobrança do pênalti, Marcelo marcou o terceiro, fechando o marcador. O Criciúma, com as expulsões de Edinho e Paulo César, perdeu todas as possibilidades de reação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.