Juventus decide manter técnico Ferrara no comando

Apesar da pressão sofrida após a derrota no clássico contra o Milan, por 3 a 0, no último domingo, o treinador Ciro Ferrara segue no comando da Juventus. Mas ele ainda corre risco de demissão.

AE, Agencia Estado

12 de janeiro de 2010 | 15h29

Após reunião nesta terça-feira, que durou cerca de duas horas, os dirigentes do clube de Turim resolveram apostar na continuidade do treinador. No entanto, sua permanência depende de uma vitória contra o Napoli, nesta quarta, pela Copa da Itália.

A pressão sobre o treinador é grande. A Juventus vem de quatro derrotas consecutivas, sendo três pelo Campeonato Italiano e uma pela Liga dos Campeões da Europa, que culminou na eliminação da equipe da competição.

Ferrara declarou que "entende que o destino de todos os técnicos depende dos resultados" e que, "se for demitido, tomará isso como lição e não como fracasso". Caso a dispensa aconteça, Guus Hiddink e Dino Zoff surgem como possíveis substitutos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolJuventusCiro Ferrara

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.