Juventus e Roma fazem duelo pela vice-liderança no Italiano

Sem o atacante Ronaldo, que rompeu o tendão patelar do joelho esquerdo, Milan visita o Parma

Efe,

15 de fevereiro de 2008 | 10h42

A Juventus recebe a Roma em Turim no próximo sábado, pela 23.ª rodada do Campeonato Italiano, em partida que vale nada menos que a vice-liderança da competição. Veja também: Calendário / Resultados O time de Turim, terceiro colocado, não alcança a Roma se vencer a partida, pois tem 44 pontos e só iria a 47 - a equipe da capital está com 48, e ficaria com uma vantagem perigosa. Por isso, ambos não pensam no empate. Mas a Roma terá problemas: o time não contará com jogadores importantes como o capitão Totti, poupado para a partida da próxima terça contra o Real Madrid, pela ida das oitavas-de-final da Liga dos Campeões. Por outro lado, a equipe terá a volta do zagueiro brasileiro Juan. Ele sofreu uma entorse e machucou os ligamentos do tornozelo direito durante um treino do time em 18 de janeiro. Durante este período, ele também desfalcou a seleção brasileira no amistoso contra a Irlanda, em Dublin. O zagueiro é peça-chave no esquema do técnico Luciano Spalletti, assim como o goleiro Doni e o meia-atacante Mancini. Juventus e Roma ainda sonham com outro objetivo, este mais distante: a liderança, atualmente da Inter de Milão. E a equipe de Júlio César, Maicon, Maxwell e César pode ampliar de oito para 11 pontos sua vantagem - tem 56 - caso supere o Livorno em casa. O adversário vem fazendo uma campanha de recuperação: era o lanterna dois meses atrás, mas já está na 15ª posição. E vem de um empate com o Milan no mesmo San Siro, em jogo adiado realizado na quarta-feira - o mesmo da trágica contusão do atacante brasileiro Ronaldo. Já o Milan também vai a campo no sábado, em visita ao Parma, tentando se recuperar da nova lesão séria de Ronaldo, que rompeu o tendão patelar do joelho esquerdo e pode até abandonar os gramados. Alexandre Pato e Kaká, machucados, voltam a ser dúvida. O rubro-negro de Milão perdeu um pouco da força na briga pela quarta posição - última de acesso à fase preliminar da Liga dos Campeões - com o empate diante do Livorno e encara um adversário em situação preocupante, na 17.ª colocação, e que joga diante de sua torcida. O domingo será marcado pelas partidas envolvendo as equipes que não disputam a Liga dos Campeões. E a Fiorentina, quarta colocada, recebe o Catania e torce por um tropeço do Milan para não perder a vantagem. Em Gênova, Genoa e Sampdoria fazem o clássico da cidade no estádio Luigi Ferraris - usado pelos dois clubes. O mandante é o nono colocado, com 29 pontos, e pode ultrapassar o rival se vencer a partida.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato Italiano

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.