Alessandro della Valle/Keystone
Alessandro della Valle/Keystone

Juventus é surpreendida pelo Young Boys, mas avança às oitavas no primeiro lugar

Derrota do Manchester United para o Valencia garante time italiano na liderança, mesmo com revés por 2 a 1, fora de casa

Estadão Conteúdo

12 de dezembro de 2018 | 20h22

O Young Boys obteve uma vitória histórica ao derrotar a Juventus por 2 a 1, nesta quarta-feira, em Berna, na sexta e última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. O triunfo foi muito comemorado pelos suíços, mas não impediu que o time de Turim avançasse às oitavas de final na primeira colocação do Grupo H, já que o Manchester United perdeu para o Valencia pelo mesmo placar, na Espanha.

Juventus e Manchester United já estavam classificados por antecipação para as oitavas de final, que serão disputadas em fevereiro, mas estava em jogo nesta quarta a ponta da chave. Os italianos terminaram em primeiro, com 12 pontos, seguidos pelos ingleses, com 10. O Valencia, em terceiro, com oito, disputará a Liga Europa, enquanto o Young Boys ficou na lanterna, com quatro.

Em Berna, a Juventus quase nada fez nos primeiros 45 minutos, a não ser por duas boas oportunidades desperdiçadas por Cristiano Ronaldo e Douglas Costa. O time italiano parecia mais preocupado com o clássico de Turim previsto para domingo, pela 16ª rodada do Campeonato Italiano, diante do Torino.

Sem ter nada com isso, o limitado time do Young Boys tomou a iniciativa do jogo, fixou quase todos os seus jogadores de linha no campo da Juventus, pressionou, mas faltava talento para furar a zaga italiana. Mesmo assim, conseguiu abrir o placar aos 30 minutos, em cobrança de pênalti de Guillaume Hoarau. O grandalhão francês bateu no canto esquerdo do goleiro polonês Szczesny, que chegou a tocar na bola.

O técnico Massimiliano Allegri parece ter dado uma tremenda bronca na Juventus, que voltou ligada para a segunda etapa. O time italiano só precisou de um minuto para acertar a trave do goleiro Marco Woelfli, mas a reação parou por aí. A equipe visitante ficou com a posse de bola, mas faltou entusiasmo.

O castigo veio aos 23 minutos, após rápido contra-ataque. Guillaume Hoarau recebeu e bateu colocado para fazer 2 a 0. O gol foi festejado pela torcida, jogadores e técnico como se valesse um título. Dybala ainda diminuiu aos 35 com um belo chute de pé esquerdo, após jogada de todo o ataque italiano, apesar de a Juventus pouco merecer.

Na Espanha, o Manchester United decepcionou como a Juventus, talvez por também já estar classificado às oitavas. Melhor para o Valencia, que aproveitou e disputará o título da Liga Europa. Soler abriu o placar para o time espanhol, aos 17 minutos do primeiro tempo, em chute cruzado de dentro da área.

Com apenas um minuto do segundo tempo, Phil Jones tentou impedir contra-ataque do adversário e, de carrinho, marcou um gol contra bizarro. Com o jogo praticamente definido, o Manchester descontou já aos 41 minutos, em gol de cabeça de Rashford, mas ficou nisso.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.