Alessandro della Valle/Keystone
Alessandro della Valle/Keystone

Juventus é surpreendida pelo Young Boys, mas avança às oitavas no primeiro lugar

Derrota do Manchester United para o Valencia garante time italiano na liderança, mesmo com revés por 2 a 1, fora de casa

Estadão Conteúdo

12 Dezembro 2018 | 20h22

O Young Boys obteve uma vitória histórica ao derrotar a Juventus por 2 a 1, nesta quarta-feira, em Berna, na sexta e última rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões. O triunfo foi muito comemorado pelos suíços, mas não impediu que o time de Turim avançasse às oitavas de final na primeira colocação do Grupo H, já que o Manchester United perdeu para o Valencia pelo mesmo placar, na Espanha.

Juventus e Manchester United já estavam classificados por antecipação para as oitavas de final, que serão disputadas em fevereiro, mas estava em jogo nesta quarta a ponta da chave. Os italianos terminaram em primeiro, com 12 pontos, seguidos pelos ingleses, com 10. O Valencia, em terceiro, com oito, disputará a Liga Europa, enquanto o Young Boys ficou na lanterna, com quatro.

Em Berna, a Juventus quase nada fez nos primeiros 45 minutos, a não ser por duas boas oportunidades desperdiçadas por Cristiano Ronaldo e Douglas Costa. O time italiano parecia mais preocupado com o clássico de Turim previsto para domingo, pela 16ª rodada do Campeonato Italiano, diante do Torino.

Sem ter nada com isso, o limitado time do Young Boys tomou a iniciativa do jogo, fixou quase todos os seus jogadores de linha no campo da Juventus, pressionou, mas faltava talento para furar a zaga italiana. Mesmo assim, conseguiu abrir o placar aos 30 minutos, em cobrança de pênalti de Guillaume Hoarau. O grandalhão francês bateu no canto esquerdo do goleiro polonês Szczesny, que chegou a tocar na bola.

O técnico Massimiliano Allegri parece ter dado uma tremenda bronca na Juventus, que voltou ligada para a segunda etapa. O time italiano só precisou de um minuto para acertar a trave do goleiro Marco Woelfli, mas a reação parou por aí. A equipe visitante ficou com a posse de bola, mas faltou entusiasmo.

O castigo veio aos 23 minutos, após rápido contra-ataque. Guillaume Hoarau recebeu e bateu colocado para fazer 2 a 0. O gol foi festejado pela torcida, jogadores e técnico como se valesse um título. Dybala ainda diminuiu aos 35 com um belo chute de pé esquerdo, após jogada de todo o ataque italiano, apesar de a Juventus pouco merecer.

Na Espanha, o Manchester United decepcionou como a Juventus, talvez por também já estar classificado às oitavas. Melhor para o Valencia, que aproveitou e disputará o título da Liga Europa. Soler abriu o placar para o time espanhol, aos 17 minutos do primeiro tempo, em chute cruzado de dentro da área.

Com apenas um minuto do segundo tempo, Phil Jones tentou impedir contra-ataque do adversário e, de carrinho, marcou um gol contra bizarro. Com o jogo praticamente definido, o Manchester descontou já aos 41 minutos, em gol de cabeça de Rashford, mas ficou nisso.

 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.