AFP
AFP

Juventus encara o Napoli em busca de recorde na Supercopa

Equipes já se encontraram duas vezes no desafio anual entre o campeão italiano e o vencedor da Copa da Itália

REUTERS

21 de dezembro de 2014 | 18h01

A Juventus vai em busca do seu terceiro título consecutivo e sétimo no geral da Supercopa da Itália contra o Napoli, no estádio Jassim Bin Hammad em Doha, Qatar, na segunda-feira.Os dois times já se encontraram duas vezes no desafio anual entre o campeão italiano e o vencedor da Copa da Itália, com uma vitória para Napoli e outra para Juventus. Desta vez, o Napoli quer vingar a última derrota no confronto.

Embora o time do sul da Itália tenha goleado a Juventus por 5 x 1 em seu único título de Supercopa, em 1990, quando Diego Maradona era a grande inspiração dos napolitanos, a Juve venceu um controverso duelo por 4 x 2 na final de 2012 na China.Quando perdia por 2 x 1, o time de Antonio Conte conseguiu um pênalti aos 34 da segunda etapa em Pequim e o Napoli teve dois jogadores expulsos na sequência, além de marcar um gol contra na prorrogação.

O presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, ficou tão chocado com a arbitragem que não permitiu que o clube comparecesse à cerimônia de premiação, e agora os atletas devem receber a instrução de obter a vingança daquele dia.

"Nós sabemos como feri-los", disse o capitão do Napoli Marek Hamsik no domingo, um dia depois do empate sem gols com a Roma."Se jogarmos com a mesma intensidade que mostramos contra a Roma teremos boas chances de vencê-los. Geralmente não falhamos nesse tipo de jogo."

O Napoli venceu a Fiorentina por 3 x 1 para levar sua quinta Copa da Itália na última temporada e conquistar uma vaga no confronto anual da Supercopa contra o vencedor do scudetto italiano, que faz outra ótima temporada.

Líder do Italiano, a Juventus já assegurou também sua vaga nas oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa e agora encara o Borussia Dortmund em dois jogos em fevereiro, de olho em mais um troféu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.