Marco Bertorelli/AFP
Marco Bertorelli/AFP

Juventus faz 3 a 1 na Roma e se classifica para a semifinal da Copa da Itália

Cristiano Ronaldo e Douglas Costa se destacam em vitória do time de Turim

Redação, O Estado de S.Paulo

22 de janeiro de 2020 | 19h27

Maior vencedora da Copa da Itália com 13 títulos, sendo quatro nas últimas cinco temporadas, a Juventus segue na briga por mais uma taça da competição. Nesta quarta-feira, enfrentou a Roma no Juventus Stadium, em Turim, e fez um primeiro tempo impecável com três gols para se classificar às semifinais com a vitória por 3 a 1.

Mais uma vez o atacante português Cristiano Ronaldo marcou o seu gol - o primeiro da partida -, mas o grande destaque da Juventus foi Douglas Costa. Com espaço no setor intermediário até a entrada da área da Roma, o brasileiro foi presente na maioria das jogadas ofensivas da equipe. Deu o passe que iniciou o lance do primeiro gol e fez o cruzamento para Bonucci anotar o terceiro.

O adversário das semifinais, que será em um confronto de ida e volta nos dias 12 de fevereiro e 4 de março, será conhecido apenas na semana que vem. Ele sairá do duelo entre Milan e Torino, que se enfrentarão no estádio San Siro, em Milão. Do outro lado da chave, o Napoli já eliminou a Lazio, atual campeã, e encara o vencedor de Inter de Milão x Fiorentina.

Em campo, a Juventus foi soberana no primeiro tempo. Com posse de bola e rapidez nos toques, como gosta o técnico Maurizio Sarri, o time de Turim não deixou a Roma jogar e com facilidade conseguiu os gols. O primeiro, aos 25, veio em uma arrancada de Cristiano Ronaldo pela esquerda e um chute rasteiro e cruzado no canto esquerdo do goleiro Pau López. O uruguaio Betancur fez o segundo, aos 38, batendo de bico da marca do pênalti e Bonucci fez de cabeça o terceiro, aos 47.

A Roma acordou na segunda etapa e buscou a reação. Logo aos cinco minutos conseguiu diminuir em um bel gol de Cengiz Under. O turco recebeu na entrada da área e acertou o chute no ângulo direito alto da meta defendida por Buffon. A bola bateu no travessão, nas costas do goleiro e entrou. Só que o ímpeto romano parou por aí, muito ajudado por boas defesas do veterano arqueiro de 41 anos.

Tudo o que sabemos sobre:
Juventus de Turimfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.